terça-feira, abril 04, 2006

Porque um longo caminho...se faz com pequenos passos

Uma das maiores companhias japonesas de comercialização de productos do mar, a Nippon Suisan (Nissui), anunciou juntamente com 4 outras companhias do sector, que retira todo o seu capital da empresa baleeira Kyodo Sempaku.
Os ecologistas consideram uma importante vitoria embora não acabe definitivamente com as caças "cientificas". Nissui e as outras quatro empresas privadas japonesas cederam as suas acções ao Instituto de Investigação sobre Cetáceos, a agencia governamental que promove as capturas 'científicas' de baleias. Kyodo Sempaku tem uma frota de seis barcos baleeiros que caçam habitualmente nas aguas da Antártica, reconhecidas como santuario para estes cetáceos desde o ano de 1996.
O abandono destas cinco empresas do negocio da comercialização de carne de baleia supõe uma rara vitoria para as organizações ecologistas sobre o Japão, um país que apesar de diversos protestos internacionais, sempre ignorou a moratória que proibe a caça destes mamiferos sob o argumento de "capturas cientificas".

Dedicado a todos os que protestaram, mas em especial a alguem que nunca se cansa de dar pequenos passos, Mar - guerreirosdoarcoiris.blogspot.com ameanatureza.blogs.sapo.pt

4 Comentários:

Blogger aprendiz de viajante disse...

É com os pequenos (grandes) passos que tu dás, estes dois blogs e outros mais... que o planeta renasce aos bocadinhos!!! Pequenos (grandes) contributos para um mundo melhor!

Um bjo

12:45 da manhã  
Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Hugo...
Eu não sei o que está havendo que eu faço os comentário e os envio normalmente. Eles aparecem postados e depois, quando volto a aentram, percebo que desapareceram... te deixei um comentário aqui sobre esse teu novo post e já não está mais, mas enfim...

Parabéns a todos os que se empenham em busca de um ideal, mas muito pelas pelas próprias baleias!!! Enfim, parece que começa a acontecer a paz tão merecida, embora ainda com arpóes e projetos a cruzarem as águas, mas já em menor escala e esperamos que aos poucos a tal prática realmente se acabe.

Que o mesmo aconteça com outras práticas tão ruins quanto e em outros tantos países.

Beijinhos Hugo!!!

1:23 da manhã  
Blogger Angela Ursa disse...

Olá, Hugo! Foi muito importante essa desistência das empresas! Vamos torcer para que seja o início de um caminho para soluções. Beijo da Ursa :))

2:54 da manhã  
Blogger Fátima Silva disse...

Nem sabes a felicidade que me deu ler este post. Por todos quantos agonizaram,desesperaram e lutaram por este dia um bem hajam!

4:40 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial