quinta-feira, dezembro 29, 2005

20 anos depois...

Em 26 de Dezembro de 1985 foi brutalmente assassinada à machadada. È demasiado injusto e revoltante para comentar. Ficou mais tarde provada a autoria do crime por Protais Ziriganyirago, cunhado do então presidente Ruandés.
Durante 23 anos Dian Fossey viveu para e com os gorilas nas selvas montanhosas do Ruanda.
Objectivo: impedir a extinção destes face à crescente acção dos caçadores furtivos.
Razão : Amor.
Dos actuais 700 gorilas de montanha do mundo, 1/3 vive no Ruanda, convertendo este tipo de turismo numa importante fonte de receitas para este país empobrecido.
20 anos passados, as autoridades governamentais e locais dançaram danças tradicionais, realizaram discursos e depositaram coroas de flores na campa de Dian, no cemitério que ela mesmo tinha criado para os gorilas, junto à sua cabana bem no coração da selva.
A sua paixão pelos gorilas continua bem viva. A prová-lo a sua fundação http://www.gorillafund.org que continua os seus trabalhos de pesquisa, protecção e educação. Pelos gorilas...e por nós.

1 Comentários:

Blogger Mar disse...

Complicado esse planeta. Assim como a Dian, Chico Mendes, Irmã Dorothy e inúmeros outros justiceiros ambientalistas... acabam tombando diante da força da oposição. Planeta estranho esse nosso... quando se é bom e justiceiros.. sempre se está sozinho. Os predadores andam em bandos.

2:09 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial