quarta-feira, outubro 28, 2009

Ecologia do espírito

"Ambiente: Filósofo Lipovetsky defende «ecologia do espírito»

Contra a «paixão» que torna o consumo no centro da vida dos seres humanos, só uma «ecologia do espírito» que lhes ofereça outras paixões e felicidade, defendeu terça-feira o filósofo francês Gilles Lipovetsky em Lisboa.

Na conferência «Ambiente na Encruzilhada», que continua hoje na Fundação Calouste Gulbenkian, Lipovetsky recusou «diabolizar» o consumo, mas afirmou que é quando se torna «o centro da vida» que se torna também «perverso, um erro», o que acontece na sociedade actual de «hiper-consumo».

Apontando o aumento da obesidade que evidencia o «excesso de consumo que se deve criticar», Lipovetsky, professor da Universidade de Grenoble, em França, e autor de obras como «A Era do Vazio», reconheceu que o aumento de tecnologia e produtos disponíveis pode «fazer recuar a doença, os grandes desastres», mas a partir de um certo limiar ter mais dinheiro não aumenta a felicidade."

2 Comentários:

Blogger Ana Martins disse...

Os videos da conferência já estão no youtube (Parte 1 e 2).

11:40 da manhã  
Blogger Angela Ursa disse...

Hugo, este tópico seu tem relação com o meu último tópico na Floresta da Ursa, sobre um rapaz inglês que optou viver sem dinheiro e livre do consumo. Beijos floridos da Ursa

3:17 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial